Mitos e verdades

Paciente com APLV tem que seguir dieta isenta de leite e carne de vaca?

Paciente com APLV tem que seguir dieta isenta de leite e carne de vaca?

04/10/2012

O leite de vaca é composto por muitas proteínas, incluindo as caseínas e as proteínas do soro. A beta-lactoglobulina é a proteína do soro do leite mais abundante no leite de vaca e uma das proteínas consideradas alergênicas por não estar presente no leite humano, mas também outras proteínas podem causar sintomas em lactentes como a caseína. Isto não significa que a criança tenha alergia à proteína de outros tecidos da vaca (como a carne) e sim a algumas proteínas que compõe o leite deste mamífero.

Alergia à carne é rara.

Muitas vezes se restringe a dieta das mães que amamentam quando se suspeita de alergia ao leite de vaca através do leite materno, excluindo assim o leite de vaca e todos os seus derivados da dieta das mães. A carne não é uma proteína considerada alergênica, especialmente quando cozida, pois o cozimento promove hidrólise com redução expressiva do seu potencial alergênico.

A exclusão da carne de vaca, para as crianças ou para suas mães, não está indicada rotineiramente, sendo indicada naqueles casos que não houve melhora dos sintomas apenas com a restrição das proteínas do leite de vaca, podendo ser excluídas também as proteínas do ovo e soja nestes casos.

voltar

ASSUNTOS RELACIONADOS:

As fórmulas extensamente hidrolisadas têm eficácia de 97%?

As fórmulas extensamente hidrolisadas têm eficácia de 97%?

Sintomas apareceram vários dias ou semanas após o contato com o leite de vaca, não é APLV?

Sintomas apareceram vários dias ou semanas após o contato com o leite de vaca, não é APLV?

RECEITA EM DESTAQUE:

Leite de Arroz para ser usado em receitas

Leite de Arroz para ser usado em receitas